Musculação e varizes: entenda a relação

Quando bem realizada, a musculação traz muitos benefícios para quem pratica, como a maior definição muscular.
E quanto mais você se exercita, maior é a chance de obter bons resultados. As pernas, por exemplo, ficam firmes e torneadas.
Mas tanto esforço pode deixar mais do que músculos à mostra. A relação entre musculação e varizes é a prova disso.
No post de hoje, vamos entender em quais casos a musculação pode facilitar o aparecimento de varizes e também como ela pode operar na contramão, agindo na prevenção. Confira!

O que são varizes?

Varizes são veias dilatadas, tortuosas e funcionando de maneira ineficaz. Por causa da má circulação, elas ficam inchadas e aparentes sob a pele.
Há vários fatores que podem causar as varizes: hereditariedade, gravidez, sedentarismo, problemas hormonais e obesidade. Os exercícios não deveriam ser uma dessas causas, desde que praticados corretamente.

Musculação pode causar varizes?

Quando os exercícios de musculação são feitos sem a orientação por um profissional de educação física devidamente preparado, as chances de lesões inadvertidas existem.
Além disso, o excesso de peso sem o devido condicionamento, pode ser causa de aparecimento de varizes nas pernas.
O movimento de levantar muito peso pode forçar as veias no local, provocando as lesões que podem causar alterações na circulação.
Em caso de varizes na família, o excesso de peso durante a musculação pode deflagrar ou piorar muito o problema.

Como prevenir as varizes durante a musculação?

É sempre recomendável que pessoas com parentes que tiveram varizes e/ou que sintam dores e sensação de peso — principalmente nas pernas, por carregarem o peso do corpo e serem o local onde é mais comum apresentar varizes — procurem um médico angiologista (que trata da circulação, veias e artérias) para se submeter a avaliação.
A hipertrofia muscular pode até não ser alcançada a curto prazo, mas certamente não provocará o aparecimento das varizes e trará benefícios à circulação venosa e à saúde em geral. Afinal, quem pratica atividade física busca, sobretudo, a saúde e o bem-estar.

Musculação feita corretamente pode prevenir varizes?

É de conhecimento geral que qualquer exercício faz muito bem para a saúde física e mental, assim a musculação não é uma exceção, então desde que durante o treino não seja usado excesso de peso, principalmente o corpo não estiver bem condicionado e aquecido.
Lembre-se de que qualquer exercício físico feito corretamente pode favorecer a circulação sanguínea e, consequentemente, maior oxigenação dos músculos e de todos os órgãos.
Leia também:
Tratar as varizes sem cirurgia… Pode???
Agora que você conhece a relação entre musculação e varizes, que tal assinar nossa newsletter para receber posts como este?
Fique por dentro das nossas novidades!
Se você gostou desse conteúdo, volte ao início e avalie com 5 estrelinhas, porém não deixe de curtir e compartilhar. Também gostaríamos que deixasse o seu comentário e sugestão de qual assunto você gostaria que abordássemos aqui.
Abraço!

12 respostas

    1. Prezado Maurício, boa noite!
      foram enviados em seu email os artigos com algumas referencias. Gostaria de saber se recebeu e se suas dúvidas foram esclarecidas. Atenciosamente, Cláudia Sathler.

    1. Boa noite, César!
      Seguem as referências:
      Adv Med Exp Biol. 2017; 906: 363-375
      Br J Dermatol 2017 Oct 27 . doi: 10.1111/bjd.16089. epub [Epub ahead of print]
      Abraço!

    1. Olá, Denna!
      As meias de compressão podem ser usadas para exercícios, mas a principal função delas, permanece sendo a ajuda durante a sua rotina diária.
      Durante o exercício extenuante, como maratonas, podem ajudar na recuperação muscular.
      Grande abraço! Cláudia Sathler

  1. Olá, desenvolvi varizes pélvicas associadas à carga e permanente contração durante os treinos. Em 2016 tive de parar com os treinos mais pesados devido a constante hemorragia, a situação resolveu! no entanto, retomei os treinos e este ano um pouco mais pesado (não sendo como até 2016) e agora (com 44 anos) voltei a sentir a dor pélvica (sem hemorragia) e fiz ultrassom que voltou a acusar as varizes pélvicas (2018 e 2019, não eram significativas). A minha questão é a seguinte: na vossa experiência e conhecimento o uso de cinta pode ser benéfico e evitar que a situação se agrave? Conhecem na prática ou em teoria, algo que possa contornar esta situação sem ser deixar os treinos?
    Agradeço sede já a vossa atenção e resposta.

    1. Ola Sonia! Parece que você está treinando excessivamente, o exercício pode tornar-se um a agressão, às vezes. A cinta pode aumentar a pressão abdominal e piorar o quadro. As varizes são uma condição hereditária e não há uma cura até o momento. Sugiro que você evite os exercícios prejudiciais e visite regularmente o seu angiologista/ cirurgião vascular para monitoramento. Abraço grande! Cláudia Sathler.

  2. Bom dia. Eu tenho varizes(próxima ao joelho direito) externas. São hereditárias. Elas não são exageradas. Marquei a cirurgia e não pudi ir, depois de um tempo, resolvi curá-las com suco natural e faz uma sema hj. Voltei à academia e estou sentido melhoras. É possível tratá-las sem cirurgia? E-mail: joshua- 2011@live.com. Obrigado.

    1. Ola, Josué! Obrigada por sua participação. Varizes sao sim, hereditárias, e não temos cura para esse problema, até o momento. Os tratamentos visam eliminar as veias doentes, mas a progressão de novas varizes e/ ou “microvarizes “ continua, ao longo do tempo. O exercício (musculação, por exemplo) pode trazer uma boa melhora. Mas mantenha visitas regulares ao seu especialista (Angiologista/Cirurgiao vascular) Para acompanhar a evolução. Abraço ???? Cláudia Sathler

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.